FIES

Processo de Seleção – 1º semestre de 2018

O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) é uma ação do Ministério da Educação que financia cursos superiores não gratuitos e com avaliação positiva no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes).

O P–Fies é o Programa de Financiamento Estudantil, destinado à concessão de financiamento a estudantes em cursos superiores não gratuitos, com avaliação positiva nos processos conduzidos pelo Ministério da Educação. As condições para concessão do financiamento ao estudante serão definidas entre o agente financeiro operador do crédito (banco), a instituição de ensino superior e o estudante.

Pode se inscrever no processo seletivo o candidato que participou do ENEM, a partir da edição de 2010, e tenha obtido média aritmética das notas nas provas igual ou superior a 450 pontos e nota superior a 0 (zero) na redação.

Para se inscrever para as modalidades Fies e P–Fies, é necessário que o candidato possua renda familiar mensal bruta, por pessoa, de até 3 (três) salários mínimos.

Já para concorrer, exclusivamente, para a modalidade P–Fies, o candidato deve comprovar renda familiar mensal bruta familiar, por pessoa, de 3 (três) salários mínimos até cinco (5) salários mínimos.

Os procedimentos e datas que regem o processo seletivo do Fundo de Financiamento Estudantil – FIES referente ao 1º semestre de 2018 devem ser consultados no Edital SESu nº 08, de 15 de fevereiro de 2018. 

É possível consultar as vagas da Universidade Anhembi Morumbi disponíveis para o FIES em http://fiesselecao.mec.gov.br/.
O FiesSeleção ficará disponível para inscrição dos ESTUDANTES no período de 19 de fevereiro até às 23 horas e 59 minutos do dia 28 de fevereiro de 2018, observando o horário final de Brasília – DF.

O processo seletivo do FIES referente ao 1º semestre de 2018 será constituído de chamada única e de lista de espera. O estudante será pré-selecionado em chamada única na ordem de sua classificação, nos termos do edital, observando o limite de vagas ofertadas por curso, turno e local de oferta e a modalidade escolhida.

05/03
Resultado da pré-seleção na chamada única e Lista de Espera na modalidade do Fies

12/03
Resultado da pré-seleção na modalidade do P-Fies

Os candidatos pré-selecionados na modalidade do FIES, deverão acessar o FiesSeleção, no endereço eletrônico http://fiesselecao.mec.gov.br e complementar sua inscrição para contratação do financiamento no referido sistema, dentro do prazo previsto em edital ou de acordo com as atualizações oportunamente informadas no mesmo endereço.

De 06/03 a 30/03
Os candidatos participantes da Lista de Espera na modalidade do Fies que forem pré-selecionados deverão complementar sua inscrição no FiesSeleção no prazo de 3 (três) dias úteis, a contar da divulgação de sua pré-seleção no FiesSeleção.

O ESTUDANTE poderá consultar o resultado de sua pré-seleção na chamada única ou em lista de espera na página do FiesSeleção na internet, no endereço eletrônico http://fiesselecao.mec.gov.br. A pré-seleção dos ESTUDANTES assegura apenas a expectativa de direito às vagas para as quais se inscreveram no processo seletivo do FIES referente ao 1º semestre de 2018, estando a contratação do financiamento condicionada à conclusão de sua inscrição no Sistema Informatizado do FIES – SISFIES e ao cumprimento das demais regras e procedimentos constantes na Portaria Normativa MEC número 10, de 2010, bem como à disponibilidade orçamentária e financeira do Fundo.
Após a conclusão da inscrição no FIESSeleção, os prazos de validação junto à CPSA do local de oferta do curso e de comparecimento junto ao agente financeiro para formalização da contratação do financiamento obedecerão ao disposto do artigo de número 4 da portaria normativa MEC de número 10, de 2010.

 

 

  • As inscrições do FIES para o 1º semestre de 2018  serão realizadas em uma única etapa, exclusivamente pela internet, por meio do Sistema de Seleção do FIES – FiesSeleção, pelo link http://fiesselecao.mec.gov.br. As inscrições poderão ser feitas no período de 19 de fevereiro de 2018, até as 23 horas e 59 minutos do dia 28 de fevereiro de 2018, observando o horário final de Brasília – DF.

  • Depois de concluída a inscrição no SisFies, os prazos de validação junto à Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento do Fies (CPSA) e de comparecimento ao agente financeiro para formalização da contratação do financiamento, assim como os requisitos e documentos exigidos, obedecerão ao disposto no artigo 4º da Portaria Normativa MEC nº 10, de 2010.
  • Em qualquer hipótese, a decisão quanto ao(s) documento(s) a ser(em) apresentados cabe à CPSA. Poderá ser solicitado qualquer tipo de documento, em qualquer caso ou tipo de atividade, inclusive contas de gás, condomínio, comprovantes de pagamento de aluguel ou prestação de imóvel próprio, carnês de IPTU, faturas de cartão de crédito e quaisquer declarações tributárias referentes a pessoas jurídicas vinculadas a qualquer membro do grupo familiar.
  • Na fase de validação da inscrição junto à CPSA, a apuração de situação distinta da informada no FiesSeleção pelo estudante pré-selecionado acarretará em sua desclassificação.

Aditamento – 1º semestre de 2018

O aditamento é o processo de renovação semestral do financiamento do estudante, sendo realizado por meio do SisFIES. Para ter direito ao aditamento é necessário que o estudante tenha obtido no mínimo 75% de aproveitamento acadêmico*; não tenha realizado transferência de curso após o prazo determinado pelo FNDE. O estudante poderá transferir de curso uma única vez na mesma instituição de ensino, desde que o período transcorrido entre o mês de início da utilização do financiamento e o mês de desligamento do estudante do curso de origem não seja superior a 18 (dezoito) meses; e possua semestres pendentes de financiamento e/ou caso tenha realizado dilatação.

O processo de aditamento para o 1º semestre de 2018 será iniciado pela CPSA (Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento) primeiramente de forma on-line. Havendo necessidade, plantões de atendimento serão montados e sua operação previamente comunicada.

Fique atento às situações abaixo. Algumas delas podem ser importantes para continuidade de seu financiamento.

MODALIDADES DE ADITAMENTO

Existem duas modalidades de aditamento. Simplificada e Não Simplificada. Se ao validar seu aditamento, o mesmo for identificado como simplificado, você ficará isento de comparecimento à CPSA. No entanto, se ao validar seu aditamento for identificado como NÃO SIMPLIFICADO, você deverá comparecer imediatamente à CPSA (Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento) para retirada do Documento de Regularidade de Matrícula não simplificado (DRM). Esse documento deverá ser apresentado no banco de sua contratação e após a emissão do termo aditivo de contrato, uma cópia do mesmo deverá ser entregue também à CPSA para lançamento dos créditos em ficha financeira.

SUSPENSÕES

A suspensão temporária da utilização do financiamento deverá ser solicitada pelo estudante que estiver com sua matrícula renovada e com o aditamento já realizado, por meio do Sistema Informatizado do FIES (SisFIES), até o 15º (décimo quinto) dia dos meses de janeiro a maio, para o 1º semestre, e de julho a novembro, para o 2º semestre, e terá validade a partir do primeiro dia do mês seguinte ao da solicitação. Importante: a suspensão do financiamento implica em trancamento de matricula para os casos dos alunos que estiverem com registro em andamento.

A suspensão temporária do semestre para o qual o estudante não tenha feito a renovação semestral do financiamento e de sua matrícula, poderá ser solicitada em qualquer mês do semestre a ser suspenso e terá validade a partir do 1º (primeiro) dia do semestre suspenso.

A suspensão precisa ser validada pela CPSA para que ocorra. Após a solicitação via sistema informatizado do FIES (SisFIES), o aluno deverá comparecer à CPSA para validação.

DILATAÇÃO

A dilatação é o aumento do prazo de utilização do financiamento por até 2 (dois) semestres consecutivos, caso o estudante não tenha concluído o curso até o último semestre do financiamento.  Importante: a ausência de dilatação quando necessária implica na impossibilidade do aditamento.

A solicitação de dilatação do prazo de utilização do financiamento será realizada pelo estudante, por meio do Sistema Informatizado do FIES (SisFIES), no período compreendido entre o primeiro dia do último mês do semestre de encerramento do curso e o último dia do primeiro trimestre do semestre de referência da dilatação.

Após a solicitação no sistema, o pedido precisa ser validado pela Comissão Permanente de Supervisão e Avaliação (CPSA) da instituição de ensino superior em até 5 (cinco) dias e, em seguida, o estudante deverá efetuar o aditamento de renovação do financiamento para o semestre dilatado.

TRANSFERÊNCIAS

O estudante poderá transferir de curso uma única vez na mesma instituição de ensino, desde que o período transcorrido entre o mês de início da utilização do financiamento e o mês de desligamento do estudante do curso de origem não seja superior a 18 (dezoito) meses.

A transferência integral de curso poderá ser solicitada pelo estudante a partir do primeiro dia do último mês do semestre cursado ou suspenso na instituição de ensino de origem até o último dia do primeiro trimestre do semestre de referência da transferência.

Importante: O registro acadêmico do curso/ turno e campus do aluno no sistema da Universidade deverá ser igual ao registro de curso/ turno e campus apresentado no SISFIES para aditamento. Sendo assim, antes de realizar o pedido de transferência de curso/ turno e campus, sempre procurar a CPSA para orientações. Algumas situações de transferências se realizadas sem as devidas orientações poderão acarretar não realização do aditamento.

 

*75% de aproveitamento significa ser aprovado, no mínimo, em 75% das matérias cursadas.

*ATENÇÃO: A partir do primeiro semestre de 2018, de acordo com a resolução número 4 de 13 de dezembro de 2017, a reconsideração poderá ocorrer desde que: a justificativa para esse procedimento esteja alinhada a ocorrência de caso fortuito ou força maior, ou outra causa que exclua a responsabilidade do estudante pela não obtenção do aproveitamento acadêmico mínimo.

b0b09ac36695fca9dfe702c65d68e177ZZZZZZ